o-que-é-um-filtro-de-linha
O que é um filtro de linha - Saiba tudo sobre o que é, para que serve e descubra todos os erros graves do setor elétrico.

O que é um filtro de linha – Saiba tudo aqui! 

Você já ouviu falar sobre o que é um filtro de linha, bicho? Sacou qual é a dessa parada? Ah, véi, se ainda tá boiando, deixa que eu te explico!

 Essa onda de filtro de linha é tipo aquele amigão que protege seu computador daqueles vacilos das tomadas, saca? E não confunda não, viu? 

Tem uma galera que acha que é a mesma coisa que extensão elétrica, mas não é nada a ver. E ó, enquanto a gente tá aqui de papo, deixa eu te contar umas furadas que o pessoal dá por aí no mundo da elétrica

Cada história que você não ia acreditar! Se liga, se você tá começando na área ou está meio por fora do que tá rolando, cola aqui que vou te dar a letra. 

E aí, bora nessa? 

O que é um filtro de linha? 

Então, mano, sabe quando tá rolando aquela tempestade sinistra lá fora e você tá de boa no sofá jogando um game?

Pois é, seu videogame ou a TV pode tomar um choque por causa de uma dessas descargas elétricas. E é aí que entra o nosso camarada, o filtro de linha!

Pensa no filtro de linha como um goleiro de futebol quando vem aquela bola curva, ele tá lá pra defender e não deixar a bola entrar, né? 

No nosso caso, esse “gol” seria seu precioso equipamento. Ou seja, aquele surto elétrico ou pico de corrente, que na real, é tipo um “chute” mais forte no sistema, o filtro de linha identifica e dá aquele pulo esperto para defender.

Mas, afinal, para que serve um filtro de linha. Continue me acompanhando aqui, meu chapa! 

Para que serve um filtro de linha? 

A mágica acontece lá dentro do filtro. Ou seja, tem uma parte, que é tipo um zagueiro, que percebe quando o “chute” tá vindo forte demais. 

Sendo assim, assim que a coisa ficar feia e essa energia extra tentar entrar, ele dá um jeito de queimar um fusível ali dentro, cortando a jogada. 

Resumindo: ele interrompe o “jogo”, protegendo sua TV, seu PC e tudo mais que estiver conectado nele. Sacou?

Maneiro, né? Da próxima vez que rolar um temporal, você já sabe que tá de boa com seu filtro de linha na área!

Agora, quando o assunto é fusível, entenda como funciona: 

O fusível é tipo aquele zagueiro que se joga na bola pra defender o gol, mesmo que se machuque. Ele tá lá pra tomar uma bronca pra si. Sendo assim, esse fusível aguenta até 10 amperes. 

Traduzindo pro nosso papo: ele dá conta de um montão de energia. Mas, se vier aquele “chute” muito forte, maior do que ele aguenta, o fusível se “sacrifica” (queima), pra não deixar essa energia toda chegar nos seus equipamentos. 

É tipo um herói anônimo, sacou?

Agora, papo reto: você já sabe o que é um filtro de linha mas qual é melhor? Ele ou uma extensão elétrica? Segura a onda aí que vamos entrar nesse bate-papo agora. Vem comigo!

Extensões elétricas ou Filtro de linha? 

Você lembra que a gente falou que o filtro de linha é tipo um super-herói dos seus equipamentos? Então, ele tá lá pra defender seus aparelhos daquelas situações tensas, tipo os surtos e os picos de energia.

Aí cê me pergunta: “E a extensão elétrica, onde entra nessa história?” Bom, imagine que você tá naquela festa lotada e tem só umas cadeiras pra sentar. 

Neste caso, a extensão elétrica é tipo aquele amigo que traz mais cadeiras pra galera. Mas, saca só, ela não é aquele guarda-costas que protege a turma de possíveis tretas. 

Já o filtro de linha, além de trazer mais “cadeiras”, ele ainda cuida da segurança do rolê.

Hoje em dia, com a casa cheia de aparelhos eletrônicos, a gente tá sempre precisando de mais tomadas, né? 

Aí muita gente apela pro benjamim ou multiplicador de tomadas. Mas, na boa? Isso aí é tipo um quebra-galho, sabe? Não é a melhor saída, principalmente se você quer manter seus equipamentos na paz.

Então, a moral da história é: precisa de mais tomadas e proteção? Vai de filtro de linha! Só quer mais espaço para ligar os equipamentos? A extensão elétrica dá conta. 

Mas sempre lembra de cuidar bem dos seus eletrônicos, blz? Fica esperto aí!

Qual a diferença entre Filtro de linha e Extensões elétricas?

Para entender de uma vez por todas a diferença entre essas duas paradas, bora lá: a extensão é tipo aquele amigo que sempre tem um espacinho pra mais um na carona, só que sem cinto de segurança. 

Ou seja, ela multiplica as tomadas, mas não protege nada. 

Já o filtro de linha, é o cara que além de dar carona, garante que todos tão de cinto e dirige na manha!

Além disso, o filtro de linha tem aquele lance do fusível ou disjuntor que, ao menor sinal de treta, já corta a energia para não dar zebra. E outra fita é que eles costumam ter cabos mais curtinhos, diferente das extensões.

E aí, tem um tal de varistor dentro do filtro de linha, sacou? 

Ele é tipo o goleiro que defende o gol dos pequenos chutes – ou melhor, dos surtos elétricos – para não deixar queimar seus aparelhos.

Teste práticos 

Aí fizemos aquele teste maroto pra mostrar pra vocês. Ligamos numas extensões e deu arco elétrico, mano! Mas na hora que colocamos no filtro de linha, o silêncio reinou! 

Nada de faísca, nada de arco, porque o filtro de linha tava ali, de olho, protegendo a parada toda.

E aí, curtiram o rolê pelo mundo das tomadas e dos filtros? 

Espero que sim! Mas olha, se você ainda tá meio perdido ou tá com aquela pulga atrás da orelha, chama aquele eletricista de confiança pra dar uma força. 

Porque, na real, brincar com elétrica sem saber pode dar ruim. E a gente quer todo mundo ligado, mas sempre na segurança, beleza? Além disso, saiba a seguir quais os erros mais graves da elétrica e como se prevenir. 

5 erros graves da Elétrica 

Ah, cara, sei bem o que você está sentindo! Sabe aquele frio na barriga depois de terminar um trampo, torcendo pra não ter dado mancada? 

Olha, eu me lembro como se fosse ontem! No começo da minha caminhada, na época em que eu era só um eletricista aprendiz, eu me guiava mais pela intuição, meio que no “se vira nos 30”, sabe?

E olha, não é querendo assustar não, mas tem uns vacilos que a gente dá que… puts! São de arrepiar os cabelos. E aí, curioso pra saber quais são esses micos que a gente pode pagar sem querer? 

Então, segura aí que vou te contar. Vem comigo!

Aquela bagunça de cores nos cabos: 

Pô, já viu nego usando cabos tudo da mesma cor? Mano, é de dar nó na cabeça. Tá certo que às vezes o bolso aperta, mas misturar cabo de fase, neutro, retorno e aterramento da mesma cor é pedir pra dar ruim.

E tem aquela NBR 5410 que não deixa mentir: cada cabo tem que ter sua cor, tipo azulzinho pro neutro e verdão pro aterramento.

O tal do receptáculo ou bocal: 

Pra que complicar, né? É simples, o retorno do botão vai na base do bocal, e o neutro na rosca. Fazendo errado, vira uma arapuca de choque.

Tirando uma com a cara do interruptor: 

Aí o sujeito vai lá e interrompe o neutro no botão. Parece que tá certo, a lâmpada acende e tudo. Mas aí é que tá a pegadinha! Tem que interromper é a fase, tá ligado?

Decapando o cabo como se não houvesse amanhã: 

Já vi cada gambiarra, tipo decapar o cabo para alimentar várias tomadas de uma vez. Além de perigoso, a norma é clara: partes vivas têm que ficar bem escondidinhas. 

O jeito certo? Usa um jumper ou, melhor ainda, tomadas do tipo monobloco.

Aquele chuveiro que vira um risco: 

Sabe o cabo verdinho de aterramento do chuveiro? Então, tem gente que conecta ele no neutro. É praticamente um convite pro choque!

Você viu, né? A elétrica tem suas manhas, mas conhecendo esses perrengues, você já fica ligado pra não cair nessas armadilhas. Se cuida e fica esperto!

Conclusão

Mano, nesse papo, te mostrei um pouco sobre o que é um filtro de linha, para que ele serve e por que é tão importante pra não deixar seus trecos elétricos irem pro espaço. Massa, né? 

Mas segura a onda: mesmo um filtro top de linha não é escudo de super-herói, beleza? Ele não protege totalmente contra aqueles sustos elétricos que a gente chama de surtos. Ou seja, para ficar suave mesmo, você vai precisar de um tal de DPS, o Dispositivo de Proteção contra Surtos.

E olha, se tu tá começando agora nesse mundo da elétrica e sonha em ser reconhecido na área, vai uma dica de brother: estuda as normas, tá ligado?

Não dá pra brincar quando o assunto é qualidade e segurança. O lance é se informar direitinho e mandar sempre aquele serviço de primeira para os seus clientes.

Vai na fé e mostra pra todo mundo o profissional que você é! Tamo junto!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *